sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Cine Berradeira - Dist. Engenheiro José Lopes - Senador Pompeu

A comunidade de Engenheiro José Lopes no Município de Senador Pompeu-CE, foi contemplada pela ação Cine Mais Cultura do Ministério da Cultura, com equipamento audiovisual de projeção digital e obras brasileiras do catálogo da Programadora Brasil.

Trata-se da iniciativa Cine Berradeira, uma alusão ao antigo nome do distrito, é uma ação da Associação Comunitária de Engenheiro José Lopes – ACEJOL, Cia. Engenheiros da Arte e conta com a parceria do Instituto Casarão de Cultura e Cidadania, através do projeto Cinema na Comunidade. Com o propósito de proporcionar à comunidade acesso a arte, entretenimento e socialização , tem como público alvo os moradores da comunidade de Engenheiro José Lopes e comunidades vizinhas.
O projeto tem grande importância para o distrito, pois os moradores são desprovidos de acesso aos bens culturais, principalmente o cinema que encanta crianças, jovens, adultos e idosos da comunidade. Tem papel fundamental na garantia de um direito básico que o acesso à cultura. São exibições de filmes que acontecem uma vez por semana, sempre aos sábados e com debate sobre cada filme exibido.


Eng. José Lopes tem se destacado em cultura, o Cine Berradeira é mais uma conquista da comunidade.
O espaço é a própria sede da Associação Comunitária de Engenheiro José Lopes. Que dispõe de um auditório com 50 cadeiras, 3 salas para guarda de material e acervo, 2 banheiros. A sede da Associação é um espaço importante para comunidade, pois se trata do centro cultural e social. As exibições acontecem também em outros espaços do distrito e comunidades vizinhas. A programação do Cine Berradeira é bastante segmentada, para atender a todas as faixas etárias.

O lançamento do Cine Berradeira foi um momento histórico para a comunidade de Eng. José Lopes.
O Cine Berradeira está em atividade desde o dia 19 de junho, mas foi lançado oficialmente no último dia 04 de setembro, na sede da ACEJOL, onde na programação teve palestra sobre empreendedorismo cultural e a exibição do filme A TRISTEZA DO JECA de Mazzaropi, seguido de debate, por fim houve coquetel para os convidados, moradores da comunidade que compareceram ao lançamento.
O grande destaque do acervo do projeto cinema na comunidade é o filme Menino de Carvão, uma produção local de grande repercussão. O filme foi ganhador dos prêmios de melhor direção e melhor fotografia no 4° Festival Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões, além de outras produções locais, preferencialmente filmes nacionais e também estrangeiros.

A Presidenta da ACEJOL, Alaíde Araújo, ao fazer uso da palavra, destacou a importância da parceria com o Instituto Casarão, uma vez que as Associações Comunitárias de Senador Pompeu, são desprovidas de conhecimentos técnicos para elaboração e execução de projetos culturais. O Instituto Casarão garante a acessória técnica necessária sem custos para a Associação. Destacou que o Cine Berradeira é um privilégio para a comunidade que agora tem um cinema, para a diversão, adquirir conhecimentos, conhecer outras culturas, e que é a primeira grande conquista, que a parceria com o Instituto Casarão irá garantir mais projetos culturais para a comunidade.


O Instituto Casarão é responsável pela acessoria técnica.
O projeto Cinema na Comunidade é uma ação voluntária dos integrantes do Instituto Casarão de Cultura e Cidadania, que leva exibição de filmes às comunidades de Senador Pompeu. A meta do Instituto casarão é que cada distrito de Senador Pompeu disponha de equipamentos de projeção audiovisual e que sejam administrados pelas associações comunitárias. Eng. José Lopes foi o primeiro, em breve estará sendo inaugurado outro no distrito Bonfim km20, mais uma conquista através da ação Cinema na Comunidade do Instituto Casarão e o Grupo de Apoio do Distrito de Bonfim.



Destacamos a importância do Cine Mais Cultura , que é uma iniciativa do Programa Mais Cultura e tem como objetivo promover o acesso da população a obras audiovisuais, além de apoiar a difusão da produção audiovisual brasileira por meio da exibição não-comercial dos filmes. Os projetos aprovados recebem equipamentos de projeção e filmes do catálogo da Programadora Brasil, que reúne um acervo de 330 obras nacionais, sistematizadas em 103 DVDs. Resta aos grupos responsáveis pela execução dos projetos, garantirem a eficácia da ação, o bom uso dos equipamentos, que sejam usados realmente para difundir a cultura cinematográfica.

É maravilhoso, uma comunidade no meio do sertão semiárido cearense, há anos abandonada pelas administrações públicas, ter um cinema, ver filmes de qualidade, debater sobre os filmes, assistir a documentários e através cinema ver-se representado na tela através das produções locais.Parabéns a Associação Comunitária de Engenheiro José Lopes, ao grupo artístico Cia. Engenheiros da Arte, ao Instituto Casarão que também faz parte dessa conquista e principalmente a comunidade que recebe equipamentos de tão grande importância e pela iniciativa do Ministério da Cultura, através do programa Mais Cultura.

3 comentários:

  1. COM PRAZER COMENTO E ESPERO QUE TAMBÉM COMENTEM MATÉRIAS DO MEU BLOG:

    Sem, dúvida que além de uma opção cultural para comunidade, o debate é um momento de formação cidadã. Sem falar que a comunidade já tem experiência de como se produz um filme, o que é muito bom.
    A parceria com a ACEJOL fortalece o projeto integrador, que irmana e dá acesso à cultura para libertação, permitindo resistir o projeto, numa realidade social e política secular onde prevalece a politicagem, sendo tratado como inimigo quem não é do esquema local dominante, dentro do velho jargão: QUEM NÃO ESTÁ COMIGO,ESTÁ CONTRA MIM! Herança cultural da época do "bico de pena" do coronel Zequinha das Contendas.

    A parceria como a ACEJOL é um exemplo que deu certo, que a FAMSEP poderia levar para todas as demais associações, desde que tenha condições para tal: boa vontade, concorde que o projeto é interessante, além de autonomia política das entidades associadas.

    Que a exibição de amanhã seja um sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Achei incrível e uma maravilha esta conquista de vocês. Cinema é mesmo uma coisa importante e a comunidade do Engenheiro J. Lopes encontra-se mesmo na dianteira, pois atualmente poucos lugares dispõem desta possibilidade. Como sabemos, hoje é só TV, e pronto.

    Li o artigo do Instituto Casarão e fiquei encantado em vê as fotos da inauguração. Aliás, todo o artigo foi um primor. A sala de projeção é uma "graça". As pessoas que compareceram realmente viveram um bom momento na história do nosso distrito.

    Fiquei feliz também pela participação da Alaíde, minha cunhada, sempre um belo exemplo de participação.

    Grato por compartilhar.

    Egídio

    ResponderExcluir
  3. Parabéns a Comunidade de Engenheiro pela grande conquista!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails